Eu, Dra. Andréa Alvarenga, por mim mesma

Sou médica formada pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais. Atendo Clínica Geral (crianças, gestantes, recém-nascidos, adultos e idosos) e tenho 54 anos. Trabalho com meu esposo, o médico Dr. Mario Grassi Filho, especialista em saúde pública e acupuntura. Há 14 anos mantemos a AeG Clínica Médica Ltda., em Brasília, na Asa Norte. Somos companheiros de vida e profissional há mais de 30 anos.

A experiência profissional me levou a constatar que ter saúde é conseguir manter o controle hormonal, ter uma alimentação (e vida) saudável, praticar exercício físico, ter paz interior. Esta é a base inicial do antienvelhecimento e da prevenção das doenças.

Homeopatia e Botânica

Meu avô paterno praticava homeopatia utilizando a Botica Haneman. Meu bisavô era botânico (judeu português) e conhecedor de plantas. Chegou a Minas Gerais por volta de 1850. A região, na época, era passagem de tropeiros entre São Paulo, Rio de Janeiro e Ouro Preto. Com meu avô aprendi a usar o Graal e com meu pai aprendi Clínica. Com meu pai desenvolvi formulas consagradas até hoje pelo uso popular.

saojosedabarra-mg

Ser médica, pesquisar fitoterápicos, é da história familiar

Meu pai, Expedito Oliveira, foi dentista prático. Aprendeu a usar anestésicos – daí para virar parteiro foi caminho natural. Realizou mais de duzentos partos na região de São José da Barra - hoje sob as águas do Rio Grande – Represa de Furnas. Conhecido por todos era chamado pelas parteiras para ajudá-las em partos difíceis. Por meio da Enciclopédia Medicina e Saúde meu pai ampliou seus conhecimentos a respeito das novas drogas descobertas na época. Montou, então, uma farmácia - e, nela, eu me criei entre pacientes, remédios, propagandas, representantes de laboratórios da época e matéria prima para manipulação.
familia

Drogaria Para Todos


  Meu avô materno, Carlos Alvarenga Filho, era farmacêutico formado na primeira turma da Escola de Farmácia de Ouro Preto. Ele com meu pai montaram a Drogaria Para Todos. Nela, manipulava-se medicamentos e formulas magistrais. Meu avô desenvolveu fórmulas famosas.

Aproximação ao Moinho

No Moinho, a saúde das famílias dependeu até pouco tempo do conhecimento ancestral das ervas. Com “Seo” Donato Raizeiro, grande conhecedor das plantas do Cerrado e Dona Flor, sua esposa e famosa raizeira, trocamos conhecimentos, pesquisamos juntos a identificação de ervas nativas do cerrado. Atualmente, temos no Moinho uma pequena produção de chás e hortaliças, desidratados artesanalmente, com participação de membros da comunidade e faço coleta de ervas tradicionais do cerrado como o chapéu de coro, marcelinha do campo, ananás.


Confira artigos e notícias no meu blog

10 de julho de 2017

Consuma cascas de jabuticaba sempre que possível

A brasileiríssima jabuticaba contém procianidinas, composta de flavonóides que protegem todo o sistema cardiovascular. Funciona, também, como o resveratrol, remédio que combate a inflamação silenciosa. Em geral as jabuticabas…
6 de julho de 2017

Fitoterapia: plantas, flores, raízes, sementes, cura, religião e ciência

Os mais antigos registros de tratamento médico com ervas datam de mais de 3 mil anos antes de Cristo. Foram feitos em argila pelos babilônios. Eles entendiam que a doença, quando aparecia, era causada pelo ataque de maus espíritos..
6 de julho de 2017

Essa eu endosso!

Você pode comer de 1 a 3 ovos caipira por dia, de preferência cozidos por sete minutos em água fervente. Ao consumir, acrescente azeite de boa qualidade, salsinha, açafrão, coentro, sementes moídas ou folhas porque limpam o fígado. Pronto! Nada de farinha de trigo, leia-se glúten, e nem lactose. E ainda sentirá saciedade e relaxamento.